domingo, 12 de abril de 2009

Ovos de Pascoa

"Eástre" by Jacques Reich (1909).


Hoje é dia de Páscoa, uma data importante para Judeus e Católicos por diferentes motivos. Simboliza a passagem do tempo das trevas para o tempo da Luz.

Mas hoje resolvi partilhar com vocês a origem dos ovos de Páscoa :) hummm de chocolate nham nham...

Para os catolicos a celebração da Páscoa é um momento muito especial onde se celebra a morte e ressurreição de Cristo.

E o que tem isto a ver com os ovos de Pascoa?


Para responder a esta pergunta, é necessário recuarmos no tempo e situarmo-nos numa epoca em que o próprio cristianismo estava longe de se tornar uma religião.

Em várias culturas antigas espalhadas no Mediterrâneo, no Leste Europeu e no Oriente, o uso do ovo como presente era algo bastante comum para comemorar a chegada da Primavera. Vários destes ovos eram pintados com gravuras que representavam plantas ou elementos naturais. Atravessando a antiguidade este costume manteve-se vivo entre várias culturas pagãs que habitavam a Europa durante a idade média.

Neste período, muitos desses povos que habitavam a Europa realizavam rituais de adoração à deusa da Primavera, Ostera (Easter em Inglês). Esta deusa pagã era representada pela figura de uma mulher que observava um coelho saltitante enquanto segurava um ovo nas mãos. Nesta imagem há a conjugação de três símbolos (a mulher, o ovo e o coelho) que reforçavam o ideal de fertilidade comemorado entre os pagãos.

Durante o Concilio de Niceia em 325 D.C. estes símbolos, assim como muitos outros e festas pagãs, acabaram por ser introduzidos no Cristianismo, com o objectivo de angariar fiéis as suas antigas tradições e festividades foram adoptadas e readaptadas à luz do Cristianismo.


No auge do período medieval, nobres e reis de condição mais abastada costumavam comemorar a Páscoa oferecendo aos seus familiares e amigos ovos feitos de ouro e cravejados de pedras preciosas.

Ao entrarem em contacto com os maias e astecas, os espanhóis foram responsáveis pela divulgação do chocolate (alimento sagrado no Velho Mundo). Duzentos anos mais tarde, os cozinheiros franceses tiveram a ideia de fabricar os primeiros ovos de chocolate da História.

Hummm....e confesso que chocolate é a minha perdição!

Durante o concilio de Niceia houve uma 1ª tentativa de estabelecer um dia para a Páscoa, mas só no sec. XVI com a entrada em vigor do calendário Gregoriano é que a questão ficou resolvida.

A Páscoa é comemorada no 1º Domingo após a 1ª Lua cheia depois do Equinócio da Primavera, variando entre 21 de Março e 25 de Abril

2 comentários:

Maria Eugenia Ponte disse...

Olá!
Dá um pulinho ao meu blog do artesanato e leva o selinho da amizade!
É um "miminho" de fim de semana... heheheheee
Bom fim de semana, beijinhos,
Gena

Ana disse...

Olá Amiga!

Passa pelo meu blog, deixei-te um Pequeno Miminho!

Beijocas!