domingo, 30 de agosto de 2009

As Luzes Brancas de Paris


As Luzes Brancas de Paris é um livro que nos transporta através das grandes convulsões do século XX, o final da I Guerra Mundial passando pela implementação do Comunismo na Rússia, atravessa a decada de trinta com a ascensão ao poder de Hitler e a II Guerra Mundial.

Muito bem escrito e enquadrado este livro leva-nos até S. Petersburgo, Paris e Berlim, faz-nos ter vontade de conhecer os vários personagens e ler sempre um bocadinho mais.

Um livro intenso que foi uma excelente leitura de férias.

Sinopse


Os ventos da história, a força do amor. Xénia era ainda uma criança quando assistiu à morte do pai, um aristocrata russo. Obrigada ao exílio faz-se mulher pela dureza das circunstâncias, exilando-se em Paris com os irmãos. Na capital francesa cruza-se com um jovem e talentoso artista alemão. Enquanto ela tenta vingar no mundo da moda parisiense, Max assiste impotente à ascensão de Hitler ao poder. Entre guerras e revoluções a sua história de amor parece condenada. Ou será que mesmo em tempos de guerra se podem viver uma grande história de amor? Um apaixonante romance histórico a fazer-nos viajar aos loucos anos 20/30, num envolvente fresco de época.

Xénia Ossoline era uma linda e mimada menina russa. Com o eclodir dos primeiros tumultos da Revolução, o seu pai é assassinada e Xénia obrigada a fugir com os irmãos para Paris. Dos sangrentos dias vividos em São Petersburgo aos loucos anos 20 em Paris, Xénia faz-se uma mulher forte e decidida, mas não preparada para amar. Quando conhece Max, um artista alemão que acabará por ver todos os seus amigos destruídos pelos nazis, Xénia não estava preparada para se deixar levar por esse amor que a arrebatava (e assustava). Poderá a sua história de amor sobreviver a tão conturbados dias?

Seguindo o percurso de Xénia e Max conhecemos (do lado de dentro) os conflitos que marcaram a história da Europa. Um poderoso romance a lembrar clássicos como «E Tudo o Vento Levou».

4 comentários:

marcia disse...

Deve ser bom! Estou curiosa!

mau feitio disse...

É so ver blogs que falam de livros. eu gosto, porque até tenho um sobre livros. e ja vi esse livro na revista do circulo de leitores.

beijos

Anônimo disse...

Acabei de o ler.
É um livro muito bem escrito e emocionante.

Joana & Ana disse...

Comecei a ler este livro dia 8 fev, e ja estou a gostar.